Grupo de estudo: Precoce e sem Força – O machismo no Sexo do homem

[newsletter_signup_form id=5]

Se você ainda não participa do grupo, leia isso

O conteúdo chega por email, mas a conversa acontece aqui! Se você ainda não se inscreveu no grupo, basta preencher o formulário acima!

Ao se inscrever nesse grupo você receberá uma série de conteúdos exclusivos na caixa de entrada do seu endereço de email, todos com temas pertinentes à discussão que queremos trazer nesse grupo: qual a conexão que existe entre as principais disfunções sexuais do homem e o machismo estrutural na sociedade. Vamos trazer conteúdo e prático para ajudar o homem a encarar essa dificuldade.

Cheque sua caixa de emails caso não esteja recebendo as notificações daqui do site. Às vezes elas podem ir parar na caixa “Promoções” ou “Social”. Adicione o email “contato@casasamadhi.com.br” aos seus contatos para garantir que nossas mensagens cheguem na sua caixa de entrada sem problemas. Ao rodapé dessa página você encontra o espaço no qual iremos compartilhar nossas opiniões e experiências ao longo desse estudo!


Comente aqui abaixo como tem sido sua experiência com esse grupo. Esse é nosso ponto de encontro para conversarmos sobre o assunto.

Chegou a praticar algumas das técnicas (se for o caso)?

Concorda ou discorda com algum dos pontos que levantamos em algum momento?

Tem algum vídeo, leitura ou texto que contribua para o tema de alguma forma positiva?

Vamos manter esse debate interessante e educado. Qualquer comentário ofensivo será removido sem aviso prévio.

A ideia é trazer esse debate pra nossa plataforma para ficarmos mais afastados do ruído das redes sociais e preservarmos também a nossa identidade. Podemos compartilhar muita informação útil sem a necessidade de expor a nossa figura. Apenas seu email e seu nome já bastam 🙂

Podemos começar o debate aqui com perguntas como:

  • Como esse tema mexe contigo?
  • Que experiências você viveu que frustraram sua sexualidade?
  • Tem algo para compartilhar da sua história que seja pertinente aqui?
  • Como, na sua visão, o machismo afeta a sua sexualidade?

Deixe sua resposta, sua pergunta, sua mensagem 🙂