Renascimento e Terapias Tântricas de Respiração

Renascimento e Terapias Tântrica de Respiração são ferramentas terapêuticas que exploram o potencial bioenergético de determinados padrões respiratórios para colocar o corpo em uma frequência vibracional de cura, aumenta a descarga de bioenergia correndo no organismo, limpando a anatomia emocional de traumas e neuroses.

As sessões acontecem individualmente ou em grupo. São trabalhos ótimos para pessoas que enfrentam transtornos emocionais como síndromes do pânico, do transtorno bipolar, borderline, depressão, crises de ansiedade, ou para quem quer mergulhar num caminho de autoconhecimento profundo.

Todo grande conhecimento possui diferentes interpretações. Assim acontece com o Renascimento. Embora seja uma terapia que tenha sido sistematizada por Leonard Orr há algumas décadas, a principal ferramenta do Renascimento – que é a Respiração Circular Consciente – já era praticada pelos Tantrikas há milhares de anos, conhecida como Chakra Pranayama.

Claro que existe muito mais na Terapia do Renascimento – existe contexto, método, técnicas, etc – e é nesse ponto que chegamos: os detalhes que giram em torno da respiração circular dentro de uma escola de renascimento vão variar muito de escola a escola. Muitas interpretações foram desenvolvidas a respeito de como abordar o Renascimento – uns só fazem a sessão na água, outros apenas sessões individuais, e ainda dizem que sessões em grupo não são trabalhos de renascimento. Sempre tem os mais radicais pra tudo.

Aqui na Casa Samadhi, nossa visão é Tântrica, integrativa, e união. Toda experiência natural, do corpo, que mexe com nosso estado de consciência e pode trazer uma revelação sobre nós mesmos é válida, independentemente de seus pormenores. Abraçamos o Renascimento em todas as suas formas, e trazemos sua força de volta à sua origem mesclando os trabalhos com o Tantra – a consciência corporal, os conceitos de chakras, de bioenergia, de anatomia emocional, de polaridades de energia, feminino e masculino, enfim, vários aspectos vêm à tona.

O que mais tratamos com o Renascimento e as Terapias Tântricas de Respiração

Osho - terapia tântrica
  • Pessoas diagnosticadas com Depressão, Síndrome do Pânico, Transtorno Obsessivo Compulsivo, Crises de Ansiedade e quaisquer outras disfunções emocionais que impeçam a pessoa de viver com leveza, tranquilidade e bem estar. O trabalho atua no energético, hormonal, social e emocional, proporcionando uma integração de todos os traços da individualidade;
  • Pacientes de Fibromialgia, Doença de Crohn e outros males psicossomáticos já somatizado pelo corpo;
  • Homens e mulheres de todas as idades com disfunções sexuais: a maior causa e origem das disfunções sexuais está na mente e não no corpo. A respiração – por estar intimamente conectada ao processo de excitação – é uma grande ferramenta para combarter esses males;
  • Vítimas de violência sexual – muitas vezes na infância – que procuram se curar das marcas que o trauma deixou em seu comportamento, geralmente criando uma grande dificuldade em relacionar-se. Muito do perdão que se busca quando se é vítima de algo desse tipo pode ser encontrado com o Renascimento;
  • Pessoas vivendo momentos de baixa autoestima que estão procurando algo para se conectar, para trazer mais sentido à sua vida. Geralmente em busca de algo que venha de fora, essas pessoas encontram nas meditações tântricas um caminho que resolve a busca, mas que as vira pra dentro;
  • Aqueles que simplesmente querem se conhecer melhor, mergulhando em um caminho meditativo de autoconhecimento e expansão da consciência. As terapias tântricas de respiração tem o poder de revelar muito das nossas sombras que estão escondidas no subconsciente;
  • Todos que lidam com algum tipo de dependência química – seja por drogas lícitas ou ilícitas – podem encontrar uma grande facilitação no processo de desmame e retirada com sessões de renascimento e terapias de respiração.

A respiração é responsável pela eliminação do lixo produzido no processo de produção de energia

Todas as escolas do mundo de autoconhecimento, meditação ou práticas holísticas vão mencionar em seus textos o poder da respiração. Todas elas, não falha. Místicos e cientistas, gurus e psicanalistas, todos eles reconhecem que muito da nossa saúde e bem estar – principalmente o mental e o emocional – estão diretamente conectados com a nossa respiração. É fato, faça um teste com sua imaginação. Imagine por alguns segundos uma experiência que te deixou com raiva. Depois uma experiência que te deixou com medo. Por fim uma que te trouxe bastante êxtase. Faça isso por uns 2 minutos e depois responda:

Como ficou a sua respiração?

Pra cada uma dessas emoções o corpo reage com um padrão respiratório diferente. Você respira de um jeito com medo, respira de outro quando está tenso, e de outro quando passa raiva. Quando alguém te diz “relaxa” a primeira coisa que passa instintivamente pela cabeça em fazer é respirar fundo, pois essa é uma referência de relaxamento para o corpo – respirar fundo. Assim como respirar pouco e superficialmente diz para o corpo que é hora de concentrar-se. Assim como bufar com força diz para o corpo que estamos com raiva. As duas coisas funcionam juntas: emoção e respiração. Mexendo com uma, mexemos diretamente na outra. O problema é quando mexemos na respiração de maneira nociva e inconsciente.

A respiração é quem traz a matéria-prima para a produção de energia do corpo

Se as emoções mexem diretamente com o nosso padrão respiratório, certamente conseguem alterar o ritmo e a potência da produção de energia do nosso corpo. Precisamos de energia constantemente – para manter o corpo na temperatura necessária, para se mexer, para processar pensamentos, toda atividade celular precisa de energia, que é gerada a partir do suprimento de oxigênio que chega na célula. Fato é que você fica dias sem comer ou beber água, mas não fica 6 minutos sem combustível de energia. Tamanha a importância da respiração.

Portanto, um estresse crônico, por exemplo, que tensiona sua musculatura e prejudica uma respiração com mais amplitude, vai abrir porta para a somatização de uma série de transtornos, simplesmente pela falta de oxigênio nos tecidos orgânicos. O nome disso é hipóxia. Agravando-se a isso o fato da concentração de toxinas no corpo por conta de uma expiração insuficiente, não demora muito para uma crise emocional ser somatizada pelo corpo de alguma forma.

Reencontrando o equilíbrio por meio da respiração é possível desestressar e relaxar todo o sistema nervoso central, periférico, autônomo, simpático e parasimpático. Assim, tudo funciona melhor no corpo: o metabolismo celular, a absorção de nutrientes, a produção hormonal e, por fim, o estado de espírito confiante fruto de um corpo saudável e equilibrado.

Como funciona o Renascimento na mudança do comportamento

 

Osho - terapia tântrica

Existem três grandes aspectos, três grandes pilares que, quando combinados dentro de uma experiência de Respiração Tântrica, dão subsídio para que as transformações aconteçam.

  • Energia. Produzida pelo corpo, seja pelas práticas corporais, seja pelos estímulos sensoriais, a energia que é levantada na sessão preenche o corpo de vitalidade. Sente-se o corpo vitalizado, com os sentidos aguçados, muitas vezes podemos sentir a energia circulando de um lado pro outro. Essa energia que produzimos vai ao encontro da nossa anatomia emocional, procurando dissolver as couraças neuromusculares. Esse processo desencadeia a conexão com traumas, neuroses, emoções mal processadas pelo nosso sistema e funciona melhor quando adicionamos o segundo pilar à experiência;
  • Presença. Estar presente é estar sentindo, percebendo o próprio corpo e o processo que ele lida no momento. Com a presença, com a nossa atenção focada em onde quer que o corpo esteja querendo faz com que mais energia seja direcionada para a região. Isso intensifica o processo de irrigação e reequilíbrio energético, abrindo espaço para uma catarse ou liberação emocional mais intensa. Assim chegamos ao terceiro pilar;
  • Aceitação. Enquanto a experiência acontece não devemos gastar nosso tempo julgando as sensações ou procurando entender o que se passa. Apenas aceitar o que quer que esteja acontecendo. Aceitar o grito de desespero, o choro, a ânsia de vômito, o desconforto físico que uma prática eventualmente pode trazer. Aceitar ao ponto de relaxar na sensação mais desconfortável que o corpo puder produzir.

Quando esses três elementos desabrocham em uma sessão, é muito provável que o paciente se conecte, sinta e abra caminho pra transformação de algum comportamento viciado e recorrente. E tudo isso vem como simples sensações do tipo “a ficha caiu”, o que pode acontecer durante a prática ou até mesmo dias depois da exeperiência.

O processo é um treinamento; a cada sessão o paciente vai ficando cada vez mais familiarizado com o processo, conseguindo dar novas permissões, se abrir mais para a limpeza interna que é capaz de acontecer. Mas vale lembrar; cada um é responsável pela sua experiência. O Renascimento é poderoso e pode resolver muita coisa; mas é preciso respirar!

É muito comum encontrarmos resistência em manter o padrão respiratório necessário pelo tempo adequado, principalmente nas experiências de tensão. Esse é o papel do terapeuta renascedor: facilitar a experiência do renascimento. Incentivar o paciente a ir cada vez mais longe dentro do seu processo respiratório, ajudando-o a manter a consciência em sua respiração o tempo todo, sem se desviar do caminho, não importa quais tempestades estejam esperando na próxima esquina.

A sabedoria formativa do Corpo

Você não precisa dizer pro seu corpo se você está comendo gordura ou proteína; você só coloca o alimento pra dentro e o corpo sabe o que fazer. Existe todo um sistema integrado para processar aquele alimento, levar seus nutrientes onde são necessários e descartar o lixo gerado pelo processo. Com a bioenergia é a mesma coisa. A gente só precisa levar essa energia pro corpo; o resto ele sabe o que fazer.

E dentro de toda a sabedoria intrínseca ao nosso corpo está o equilíbrio dinâmico entre tensão e relaxamento. Estamos constantemente buscando um equilíbrio entre esses dois estados, de forma dinâmica pois não há um ponto de suficiente tensão e relaxamento. Eventualmente você precisará se tensionar mais, depois relaxar mais, e assim vai. E da mesma forma que tensão em demasia é extremamente prejudicial ao seu corpo – danifica tecidos, fragiliza musculatura, sobrecarrega tendões, etc – o relaxamento em excesso também pode ser prejudicial – atrofia a musculatura, traz sedentarismo, prejudica a circulação, etc. O corpo sabe de tudo isso, quer você saiba ou não.

Energia circulando, chakras funcionando, bons hormônios sendo produzidos, o corpo fica em paz!

Dentro de uma experiência de Renascimento ou Respiração Tântrica, vamos carregar o corpo com bastante energia. E o seu corpo vai chegar com uma história de longo e curto prazo – sua história de vida, o stress do seu dia… – ou seja, em um estado de tensão ou relaxamento, intenso ou moderado. O corpo entende esse processo e usa a energia do renascimento para buscar o equilíbrio – se chegarmos tensos, muito provável que tenhamos uma experiência de relaxamento. Da mesma forma, para conseguirmos mergulhar fundo na cura de traumas, neuroses e vícios comportamentais, precisamos criar um silêncio interno, um grau de relaxamento que permita que o corpo manifeste uma experiência de tensão. Porque sim, ficar frente a frente com algum trauma ou neurose de longa data pode ser bastante tenso!

É muito comum vivenciarmos uma montanha russa no tratamento com Renascimento ou Respirações Tântricas. Algumas sessões são leves e prazerosas, outras são densas e quase perturbadoras. Faz parte de todo o processo de cura, de jogar luz à sua própria sombra. Todo processo terapêutico eficaz precisa expor a pessoa a alguma dor, a algo que vem sido varrido pra debaixo do pano criando comportamentos neuróticos.

As sessões de Renascimento podem ser individuais ou em grupo. Dentro da nossa visão tântrica terapêutica, criamos diversos contextos diferentes para serem inseridos nos trabalhos, como por exemplo a consciência e a leitura corporal propiciada pelo Tantra e pelas medicinas orientais como a Ayurveda. O Sistema de Chakras e leitura do mapa energético do corpo tornam as sessões de Renascimento ainda mais ricas, capazes de levantar conteúdos ainda mais densos, de se trabalhar diferentes intenções dentro de um mesmo tratamento, ou de um mesmo grupo.

LEIA MAIS SOBRE TANTRA, MEDITAÇÃO, TERAPIA E AUTOCONHECIMENTO NO NOSSO BLOG

Massagem Tântrica em Recife

Os atendimentos com Massagem Tântrica acontecem sob agendamento em Recife. Nossos terapeutas e outros parceiros estão sempre indo e voltando para a Veneza Brasileira, levando a terapia tântrica. Se você se interessa em passar por essa terapia, é fundamental que leia...

O que é Meditação?

Meditação é um estado de presença, uma conexão integral com o aqui-agora. Meditação é não pensar em nada? Mais do que esvaziar a cabeça, meditação é testemunhar os mecanismos e artimanhas da mente. Pra que serve a meditação? Muito mais do que cuidar da saúde do teu...

Massagem Tântrica em Natal/RN

Os atendimentos com Massagem Tântrica acontecem diariamente em Ponta Negra. Além dos dois Terapeutas residentes na cidade - Moti e Sangito - costumamos receber também colegas que nos visitam e trazem suas técnicas de cura até o nosso espaço. Abaixo segue uma listinha...

A nova solidão

A solidão de hoje é muito diferente da solidão que existia tempos atrás. Como que você deixa esses valores entrar no seu dia a dia?