Tantra para Homens

Como as vivências tântricas ajudam a sexualidade e a saúde do homem? Elas desconstroem as marcas emocionais do machismo, da repressão, dos papeis deturpados que os homens se fazem cumprir.

No Tanta, o homem encontra espaço para viver sua individualidade, seu lado masculino e também o seu lado feminino.

A maneira com que os homens são educados sexualmente é a principal porta de entrada para uma série de disfunções sexuais que, cada dia que passa, assola homens mais novos. Ejaculação precoce, problemas com ereção, falta de sensibilidade, dificuldade para chegar ao orgasmo com algum(a) parceir@, uma serie de dificuldades vêm à tona no momento de viver a sexualidade. Mais de 98% dessas queixas não têm nenhum fundamento fisiológico – não há nada de errado com o corpo da pessoa. Mas muitas vezes temos uma mente um tanto imatura ou fragilizada quando o assunto é sexualidade. Temos um cenário hoje no qual ninguém conversa sobre sexualidade com os jovens. Tudo o que chega até eles são conceitos pré-fabricados por uma cultura de massa extremamente machista, que tenta introjetar ideais deturpados e nocivos quanto à maneira de viver sua sexualidade. Não existe nenhum tipo de educação sexual, muito pelo contrário. Existe um belo desserviço.

Muita gente já tentou te dizer “o que é ser homem” Agora é hora de você definir essa frase como quiser.

O resultado disso nós vemos diariamente no nosso trabalho prático com a sexualidade: homens cada vez mais jovens procurando tratamento para disfunções sexuais, por consequência da combinação de dois vícios comportamentais: masturbação e pornografia. Nosso corpo aprende por repetição. Pratique esporte ou vá a academia 4 vezes por semana durante um ano e você irá perceber mudanças estruturais no seu organismo. É assim pra tudo. O que você acaba ensinando para o seu corpo quando você repete sistematicamente, por anos, uma rotina de excitação bem superficial, focada exclusivamente em estímulos visuais rápidos e variados, com nenhum outro tipo de estímulo sensorial acontecendo, sem toque, sem cheiro, com a mesma pressão e os mesmos movimentos repetidos, com a mesma curva ansiosa de tempo da excitação até o clímax? O que o seu corpo vai desenvolver com essa repetição neurótica? Vai desenvolver uma dificuldade de manter ereção em situações diferentes dessa. Vai criar dentro da sua cabeça uma necessidade enorme de retroalimentar a sua excitação com filmes, memórias ou quaisquer imagens que você consiga fechar os olhos, sair da situação real de sexo e mergulhar na força ilustrativa da sua mente. Vai fazer com que você não tenha muita sensibilidade no pênis e talvez você sinta momentos nos quais mal sente sua ereção que passam com muita velocidade para estágios de excitação onde o orgasmo é iminente. Talvez você sue frio ansioso sempre que pensa em ter que colocar uma camisinha.

O Tantra amplia a visão do homem em termos de sexualidade, masculinidade e individualidade

Pouco a pouco a sexualidade deixa de ser uma experiência relaxante, sensorial e que alimenta o corpo de energia para se transformar em um desafio: é preciso cumprir metas e objetivos, ela precisa gozar antes dele, ele precisa gozar depois dela, a ereção precisa estar a todo vigor o tempo todo, enfim, são tantas tarefas a serem executadas que não é raro dizermos ou ouvirmos do parceiro ou da parceira algo do tipo “hoje não, eu estou cansado”. Se ao vivenciar a sexualidade, ao ter sua relação sexual você se sente fazendo algo que te cansa, você deveria fazer de outra maneira. O sexo é pra ser leve, prazeroso, tranquilo, revigorante. Mas as nossas referências pornográficas ensinam que quanto mais forte for a penetração e mais alto a mulher gritar, melhores amantes somos. Assim os homens seguem sua vida sexual mergulhados em sua ignorância.

Como o Tantra ajuda?

O Tantra vai trazer o contexto meditativo para a experiência da sexualidade. Vamos sentir os nossos padrões comportamentais vivos na nossa anatomia, vamos desenvolver todo nosso aparato sensorial para mudarmos a maneira que sentimos no corpo. Vamos aprender a usar a respiração, os movimentos, os sentidos e várias outras ferramentas para nos conectar com a força da energia sexual.

As meditações do Tantra vão ajudar a limpar os conceitos que poluem a vista e entram no caminho no momento de viver a sexualidade. Vão iniciar um processo de desidentificação desses conceitos, trazendo um amadurecimento emocional e uma percepção bem viva de que essas ideias vêm de fora pra dentro. Não é algo que foi criado pela sua experiência de vida, mas algo que pessoas querem que você acredite.

As massagens tântricas intensificam todo o trabalho de ressignificação da sexualidade, dado o grande volume de energia sexual que movimentam. Sempre em um contexto terapêutico e meditativo. Erotismo aqui não funciona.

Quando trabalhamos o erotismo, estamos ainda mexendo no mundo das fantasias, das expectativas. Ainda estamos vivenciando a energia sexual coordenada pela mente. Precisamos de uma experiência completamente avessa ao que conhecemos para abrirmos espaço para uma transformação. No Tantra feito de forma séria e terapêutica não há espaço para jogos de sedução ou erotismo. Isso desmonta todo o impacto de cura que o trabalho pode ter, pois apenas reforçará os padrões já conhecidos.

Por isso o contexto meditativo é tão importante. É por conta da meditação que a energia acessa outros espaços e o comportamento começa a ser revelado e transformado. Sem a meditação, a massagem tântrica perde muito do seu potencial.

Um dos maiores desafios que os homens passam é conseguir desenvolver uma ereção firme, com o corpo relaxado, sem se estimular mentalmente. É possível e extremamente transformador para o comportamento sexual. Mas é preciso entender que estamos falando de um tratamento, um desenvolvimento sensorial. O corpo está adormecido. Precisamos de treino, de repetição, de práticas que mudem os padrões já arraigados na musculatura, na anatomia toda.

Todos os papeis que você vive no seu dia a dia sofrerão impacto quando você, homem, começar a trabalhar a sua sexualidade. A maneira que você se comporta nas relações de poder, afetivas, profissionais, amorosas. As autoafirmações que você sente que precisa – deixando claro o seu posicionamento sexual nos primeiros 5 segundos que alguém te conhece – fazendo papeis como “o machão” na roda de amigos. O jeito que você abraça, a sua empatia, tudo isso vai se transformar quando você, homem, começar a olhar pra sua sexualidade com mais acolhimento e menos fórmula pronta.

A sua sexualidade precisa ser vivida com liberdade e vulnerabilidade

Homem não chora. Homem tem que estar sempre pronto pro sexo. Se a mulher não gozar é porque eu fiz algo errado. Todas essas fórmulas que te passaram a respeito de como viver sua sexualidade são disfuncionais. Todas. A sexualidade é um fenômeno muito mais dinâmico e cheio de nuances para ser resumido a frases prontas de efeito. Precisamos estar atentos para sentir o que a sexualidade causa no nosso corpo sem julgamento, com receptividade. Reconhecer a nossa ignorância perante esse assunto e buscar trazer um pouco mais de consciência para essa força instintiva.

Os homens têm muita facilidade em se conectar com o caráter animalesco e primitivo da energia sexual. Por isso o grande trabalho para eles é elevar essa energia pelos centros até o chakra do coração, para começar uma conexão com os aspectos mais sutis e espirituais dessa energia.

E nesse caminho iremos ficar frente a frente com as nossas experiências sexuais e vamos observá-las em um caráter meditativo, receptivo. Procurar sentir os nossos padrões e encontrar os momentos que agimos inconscientemente respondendo a estímulos e trazer consciência pra eles. Não há certo ou errado. Há consciência e falta de consciência. Como você tem vivenciado sua energia sexual?

Mudando a sexualidade pelo corpo

Como todo o trabalho no Tantra, o trabalho com os homens também é essencialmente corporal. Cada um vai trazer uma história, marcas e cicatrizes diferentes em sua anatomia emocional e deve ser tratado de maneira única.

Mas muitos sintomas se repetem. Muitos padrões são vistos ao longo da terapia, fazendo com que sejam desenvolvidas algumas práticas que, embora não sejam específicas para nenhum processo terapêutico, vão funcionar em quase todos.

Por exemplo, a sensibilidade no genital. Em maior ou menor grau, homens viciados em pornografia e masturbação vão ter uma sensibilidade bem reduzida, respondendo bem a determinados estímulos e praticamente 0 a outros. A sensibilização do genital é uma tônica do trabalho de terapia sexual pelo Tantra, e para isso existem práticas de meditação tântrica que o homem pode fazer em casa.

Mas já cabe o aviso que o prazer, embora muitas vezes seja um subproduto das práticas do Tantra, principalmente as que envolvem as massagens ou estímulos sensoriais diretos, o prazer não é o foco ou a finalidade de absolutamente nada no desenvolvimento sensorial. Precisamos sim aprender a nos relacionar com o êxtase, com a euforia, com o prazer de uma maneira livre, autônoma, madura e nada compulsória. O verdadeiro oposto ao que fazemos na sociedade atual; temos uma relação extremamente neurótica com os nossos pequenos prazeres.

É muito comum hoje em dia recebermos homens que, em maior ou menor grau, sofrem dos sintomas gerados pelo vício na masturbação e na pornografia. Homens que estão treinando os próprios corpos a reduzirem todo o escopo sensorial diretamente conectado à sua excitação, à sua sexualidade, por uma instintiva e relativamente superficial sensação de alívio que uma masturbação dessas é capaz de oferecer.

Portanto homem, se você realmente quiser começar seu caminho pelo Tantra, procurando uma nova relação com a tua sexualidade, entre nessa disposto a se reinventar, a se redescobrir.

Já faz muito tempo que todos tentam te explicar e te convencer do que é ser um homem de verdade. O seu corpo tem uma opinião bem formada a respeito disso. Que tal se a gente parar de ouvir os outros e começar a ouvir nós mesmos um pouco?

LEIA MAIS SOBRE TANTRA, MEDITAÇÃO, TERAPIA E AUTOCONHECIMENTO NO NOSSO BLOG

O que é Meditação?

Meditação é um estado de presença, uma conexão integral com o aqui-agora. Meditação é não pensar em nada? Mais do que esvaziar a cabeça, meditação é testemunhar os mecanismos e artimanhas da mente. Pra que serve a meditação? Muito mais do que cuidar da saúde do teu...

Massagem Tântrica em Natal/RN

A Casa Samadhi retoma suas atividades normalmente agora que o carnaval acabou e o ano começou! Os atendimentos com Massagem Tântrica acontecem diariamente em Ponta Negra. Além dos dois Terapeutas residentes na cidade - Moti e Sangito - costumamos receber também...

A nova solidão

A solidão de hoje é muito diferente da solidão que existia tempos atrás. Como que você deixa esses valores entrar no seu dia a dia?